O grupo Mota-Engil, com uma experiência de mais de 66 anos, é líder nacional e uma referência internacional. A Mota-Engil reúne competências técnicas de excelência nas áreas de Engenharia e Construção, Ambiente e Serviços, Concessões de Infraestruturas de Transportes e Mineração.

Com uma carteira de clientes na ordem dos 3.3 MM euros e uma facturação de 2.2 MM euros (em 2012) está presente em 20 países e 3 continentes. A Mota-Engil concentra as suas operações em três polos geográficos - Europa, África e América Latina - mantendo em cada mercado os mesmos standards de rigor, qualidade e capacidade de execução que permitiram afirmar a Mota-Engil a nível internacional.

Mota Engil 0

Em 2011 a EGAPI foi seleccionada para efectuar o upgrade dos suportes lógicos de operação das pedreiras e agregados e centrais de betão, dando origem a uma nova versão do SIPI, Versão 7 (Sistemas de Informação para Pesagem Industrial).

Os objectivos para o upgrade foram claros:

  • O software teria que funcionar numa lógica centralizada, a partir da private cloud da MOTA-ENGIL, de forma a que a MOTA-ENGIL SERVIÇOS PARTILHADOS podesse vir a suportar todas as operações;
  • Certificação do software pela Autoridade Tributária Portuguesa em cumprimento com as disposições legais em vigor a partir de 01 de Janeiro de 2011;
  • Integração online com a plataforma central SAP;
  • Automatização, por integração com SAP, de operações que eram realizadas manualmente e propícias a erros, como o carregamento e verificação dos dados;
  • Integração com os actuais sistemas de automação ARLACO e ARCEN;
  • O software teria que ser tolerante a falhas de comunicação com a private cloud. Algumas das centrais de inertes estão localizadas em zonas com pouca cobertura de telecomunicações. Zonas onde apenas é possível o acesso por satélite, como interior de Angola.

Mota Engil 1

Após um ano de estreita colaboração entre a EGAPI e a MOTA-ENGIL SERVIÇOS PARTILHADOS, foram cumpridos todos os objectivos, préviamente definidos, e foi terminada a implementação em todos centros geridos por esta.

A optimização de arquitectura e da gestão de dados implementadas no SIPI V.7, elevou-o a outro patamar com a possibilidade de se integrar com plataformas terceiras, funcionar em modo offline, reduzindo, considerávelmente, os custos administrativos e e os custos esperados em comunições, via satélite, entre os centros de inertes e a private cloud da MOTA-ENGIL.

© EGAPI, 1990-2021, todos os direitos reservados